Institucional
TwitterFacebook
Categoria

dez 1, 2017

Instituto Magnus busca famílias para abrigarem futuros cães-guia

Já passou pela sua cabeça ajudar alguém com deficiência visual a caminhar de maneira independente? No decorrer dessa matéria vamos explicar o quanto você e sua dedicação podem fazer a diferença na vida de alguém.  Em nosso país temos aproximadamente 7 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência visual, parcial ou total. Para elas, os cães-guias são companhias essenciais, que garantem a autonomia em tarefas simples do cotidiano como fazer compras e ir ao médico, por exemplo. No entanto, o país tem apenas 160 animais com esta função em atividade.

O futuro cãozinho-guia, ainda filhote, antes de chegar aos seus companheiros, precisa passar por um período de socialização. É ai que é preciso pessoas de bom coração, dispostas a se doar e a fazer a diferença. Você pode engajar sua família neste processo, tornando-se assim uma família socializadora. Para tal função a família não precisa ter um número mínimo de membros. Basta estar disposto a aprender, tratar o cãozinho com amor e, assim, se tornar o alicerce da causa do instituto.

O Instituto Magnus está localizado em Salto de Pirapora e é a primeira entidade sem fins lucrativos especializada no treinamento de cães-guias para dar assistência a quem mais  precisa: os deficientes visuais.

Ao todo, o processo de treinamento leva aproximadamente 18 meses, até que ele esteja apto a guiar uma pessoa com deficiência visual. Atualmente há 14 filhotes no período de socialização e treinamento comportamental, que está sendo realizado com a ajuda de famílias voluntárias já envolvidas nesta nobre causa.

Os filhotes em socialização têm os mesmos direitos de um cão-guia já formado, podendo entrar e permanecer junto com seu tutor em qualquer ambiente público e privado de uso coletivo, incluindo meios de transporte e praças de alimentação.

Mesmo a causa sendo nobre o maior desafio vem sendo encontrar famílias especiais que se candidatem a acolher os cães e socializá-los no seu primeiro ano de vida. Muitos são os argumentos, mas o que mais se ouve é “depois que a gente pega amor é difícil ter que devolver”. As pessoas quem amam a companhia de um animal sabem muito bem a diferença que ele traz para nossas vidas. Por um minuto tente imaginar que esse cãozinho que você abraçou, alimentou, viu crescer e ensinou os primeiros comandos sendo os olhos de alguém. É gratificante, não é mesmo? Para isso o envolvimento da sociedade na causa é essencial. Nos próximos anos o Instituto Magnus,  já em capacidade plena de trabalho terá estrutura para formar até 60 duplas – cão e usuário – por ano. Mas para que isso aconteça, o projeto precisa de mais de 200 famílias voluntárias dispostas a socializar os futuros cães-guias.

Infraestrutura

O Instituto Magnus conta com uma área aproximada de 15 mil m². A sede administrativa própria ainda está em construção, mas o local terá maternidade canina, canil com 16 baias, área de treinamento de cães-guias, salas, auditório e hotel para acomodações das pessoas com deficiências visuais em fase de adaptação com o cão-guia.

Contato

Você pode colaborar com a causa do Instituto Magnus compartilhando o conteúdo e também se tornando uma família socializadora. Para mais informações, entre em contato pelo (15) 99755.7201 ou através do e-mail contato@institutomagnus.org

1 Comentário

  1. Olá eu tenho intesse de ser cuidadora tenho dois cães adotivos e adoro cães independe de raça eu adoraria fazer parte dessa ideia porém ha custos financeiros sobre isso…. trata-se de cão de porte grande e eu quero saber se a empresas arca com os gastos além de cuido veterinários quero saber se vcs fornecem material de higiene e as rações tbm em fim quero adotar um futuro cão guia desde que eu tenha ajuda com a alimentos e produtos de higiene bjs boa tarde

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *